Cidadão Consumidor

www.cidadaoconsumidor.com.br
o site da cidadania
Preocupação

Pesquisa Aponta: finanças são principal preocupação de saúde para futuros idosos

14/05/2019 - 15:21 (Foto: DR)

 A principal preocupação da população brasileira, ao atingir 70 anos, é a dificuldade financeira para comprar remédios e pagar tratamentos de saúde, conforme revelou a pesquisa "Percepção dos Brasileiros sobre Temas de Saúde", conduzida pelo Instituto Datafolha com o apoio da AbbVie. Essa preocupação é ainda maior entre as mulheres (26% versus 19% de homens). Pensando nisso, algumas operadoras otimizam ações de saúde preventiva direcionadas ao público idoso, como é o caso da Geap Saúde, que tem mais de 215 mil idosos, sendo mais de 500 deles centenários.

Uma dessas ações é o Programa Idoso Bem Cuidado, que realiza atividades físicas, lúdicas e ocupacionais com beneficiários idosos para evitar que eles adoeçam. No estado do Mato Grosso, por exemplo, o programa atende 60 idosos. Os participantes criaram até um grupo de dança que já conquistou mais de 15 prêmios em concursos e competições culturais, em Cuiabá.
O Diretor-Executivo, Ricardo Marques Figueiredo, enfatizou que os cuidados preventivos são a solução para um envelhecimento saudável. “Isso é uma questão de lógica. Se uma pessoa exercita bem seu corpo e seu cérebro, ele vai ter mais garantias de continuar tendo saúde. Precisamos nos manter sempre em atividade. E é isso que a Geap oferece em programas como esse”, frisou.
Ao todo, o Instituto Datafolha entrevistou 2.087 pessoas, a partir de 16 anos, de todas as regiões brasileiras. Os resultados da pesquisa foram divulgados na última sexta-feira (10) e, ainda segundo ela, câncer e dificuldades de locomoção (decorrentes de problemas na "coluna") são a segunda e terceira maiores preocupações do brasileiro na velhice, com 19% e 14% das respostas, respectivamente. Problemas como doenças no coração, saúde mental (doenças que afetam a memória e a lucidez), depressão e saúde ocular (dificuldade para enxergar, cegueira) também foram mencionados pelos participantes da pesquisa.
No estado da Bahia, o programa Idoso Bem Cuidado,  está completando 10 anos.  Lá, os participantes também fazem atividades como danças, rodas de conversas e coral, além do acompanhamento de médicos geriatras, nutricionistas e psicólogos para atendimentos individuais.
A tendência do panorama nacional é que a preocupação com esse público só amplie gradativamente, tendo em vista que o número de brasileiros com idade acima dos 65 anos deve quadruplicar até 2060, chegando a 58,4 milhões de pessoas, conforme estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Isso é reflexo da queda das taxas de natalidade e de mortalidade registradas no país. A maior expectativa de vida exige ações que garantam um envelhecimento saudável.

 
Fonte: Estadão Conteúdo | Edição: Redação