Cidadão Consumidor

www.cidadaoconsumidor.com.br
o site da cidadania

IV Conferência dos Direitos da Pessoa Idosa tem início na próxima semana

Sob o tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”, o evento acontece nos dias 17 e de 18 de abril no auditório do Senai

13/04/2019 - 07:45 (Foto: Abr)

 Direitos fundamentais, diretos humanos e emancipação estão entre os principais eixos de debate da IV Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Cuiabá. Sob o tema “Os desafios de envelhecer no século XXI e o papel das políticas públicas”, o evento acontece nos dias 17 e de 18 de abril no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) do bairro Porto.

O encontro é realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano (SMASDH) e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (COMDIPI) e atende a um chamado do Conselho Nacional do Idoso (CNDI). De acordo com o titular da Pasta, Wilton Coelho, entre os dias 21 e 28 de março também foram realizadas mini-conferências para tratar do assunto.
“Os preparatórios tiveram como objetivo debater e apresentar propostas para a política pública da pessoa idosa, visando à proposição de diretrizes para o aperfeiçoamento das ações, com a participação de todos os segmentos da sociedade que desenvolvem atividades voltadas para esse público”, explica.
O secretário também reforça que a iniciativa visa trazer para um espaço amplo e democrático de reflexão, discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias que apontem diretrizes para fortalecer as políticas públicas para os idosos. As propostas serão enviadas as instancias estadual e nacional na 5ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa (CNDI), em novembro.
O presidente do COMDIPI, Jerônimo Urei, explica é fundamental discutir o descompasso entre o crescimento demográfico dos idosos e o avanço nas políticas públicas voltadas para os mesmos. “No Brasil o Estado não tem acompanhado o crescimento dessa parcela da população, por isso a reflexão sobre a temática é tão importante.”
Segundo ele, só em Cuiabá o número de sexagenários saltou de 40 para 70 mil entre 2010 e 2017. Diante da demanda, estarão reunidos na Conferência representantes da Polícia Militar (PM), Ministério Público (MP) e diversos outros órgãos.   
A partir disso é possível avançar em estruturas que garantam a segurança e o bem-estar daqueles que já passaram dos 60 anos. “Atendemos diariamente diversos casos nos quais constatamos que as instituições públicas não está totalmente preparadas para lidar com o idoso. Por isso precisamos desse envolvimento dos poderes”, finaliza o presidente.
Os interessados em participar do evento podem fazer suas inscrições clicando aqui.

 

Fonte: Sicom Cuiabá | Edição: Redação