Cidadão Consumidor

www.cidadaoconsumidor.com.br
o site da cidadania
Estúdio Casa da Árvore

Em outubro crianças de Cuiabá e região farão visita a exposição audiovisual para refletirem "o mundo

Estúdio Casa da Árvore, construído a partir de materiais sustentáveis convida a garotada a ir à Galeria Lava Pés se expressar criando soluções para os problemas socioambientais.

10/10/2018 - 17:52 (Foto: )
O projeto O que queremos para o mundo?,  retorna à Cuiabá a mais uma vez para levar crianças de mais de dez escolas da rede pública de ensino estadual e municipal para a exposição audiovisual “Estúdio Casa da Árvore” entre os dias 15 e 26 de outubro na Galeria Lava Pés. Realizado pela Cocriativa, com idealização do Instituto Mundos, o projeto chega a convite da Energisa, que patrocina o projeto por meio da LeiFederal de Incentivo à Cultura.
 
O “Estúdio Casa da Árvore”, espaço cenográfico que reconstrói a Casa da Árvore presente no longa metragem “O que queremos para o mundo?” (Igor Amin, 2016, livre) é um estúdio de tecnologias audiovisuais construído a partir de materiais sustentáveis para a realização de processos de ensino-aprendizagem.
 
Durante a visitação as crianças jogarão o Jogo dos Mundos, uma brincadeira audiovisual cooperativa, onde os jogadores são desafiados a agirem em cenários socioambientais e tecnológicos do mundo em que vivemos, os quais constituirão suas missões no jogo. Essas questões aparecem por meio de baralhos divididos em “Cartas-Problemas”, “Cartas-Desafios” e “Cartas-Inspiração”, que estimulam sentir, imaginar, pensar, dialogar e criar.
 
Ao final da experiência eles farão um “Inventário dos Pequenos Futuristas”, invenções ecofuturistas criadas para solucionar os problemas socioambientais que enfrentamos no presente. Para as invenções serão disponibilizados materiais reaproveitáveis coletados pelas escolas participantes e através de uma campanha de coleta de resíduos realizada pela Energisa junto aos seus funcionários.
 
As escolas que irão participar da exposição foram selecionadas de acordo com os educadores que se candidataram para fazer parte da Formação em Educação Audiovisual que aconteceu em agosto deste ano em Cuiabá. Na ocasião, a equipe do projeto se reuniu com os participantes, professores da rede pública de ensino e através de diversas ferramentas que trabalham a imaginação, o pensamento crítico e a consciência socioambiental, receberam uma formação a partir de um inventário inédito com dispositivos para troca de conhecimento por meio das tecnologias e imagens em movimento. O objetivo foi promover a educação básica do olhar, capaz de estimular a construção de identidades plurais nos contextos infantojuvenis.
 
O projeto “O que queremos para o mundo” também esteve na capital mato-grossense em 2017 com a formação para professores da rede pública de ensino e em 2018 traz como novidade não só a exposição, mas também o Fórum O QUE QUEREMOS PARA O MUNDO? - Audiovisual, Educação e Economia Criativa, que será realizado no dia 30 de novembro no Cine Teatro Cuiabá. O evento é aberto ao público mediante inscrições gratuitas a serem divulgadas em breve.
 
"Em 2017 estivemos em Cuiabá (MT) pela primeira vez, realizando exibições educativas, formação para professores e levando ferramentas audiovisuais para serem multiplicadas nas escolas. Foi um desafio muito grande, mas também motivador compreender a cultura escolar do Mato Grosso e sua potência junto às crianças e jovens. Aprendemos tanto que retomamos para implementar em 2018 nossa Exposição Audiovisual, com uma formação em Educação Audiovisual para professores e um Fórum de Educação e Audiovisual para fechar nossas atividades. A expectativa é grande, pois durante a formação conhecemos pessoas incríveis e muito motivados a levar uma educação do olhar para dentro das escolas. E é por isso que acreditamos que isso tudo voltará em formas de invenções para problemas socioambientais levantados por todos. Não tenho dúvidas que a nossa criatividade somada à das crianças e dos educadores irá além das ideias, estimulando ações práticas nas escolas e nas comunidades", conta Igor Amin, Criador e diretor geral do projeto O que queremos para o mundo?.
 
Dia das Crianças tem atividade de graça para a garotada com o Estúdio Casa da Árvore no Shopping Goiabeiras
 

Antes de seguir para a exposição na Galeria Lava Pés, o Estúdio Casa da Árvore dá uma pausa no Shopping Goiabeiras para celebrar com muita alegria o Dia das Crianças. Ao longo de todo o dia o estúdio irá receber grupo de crianças para brincadeiras audiovisuais, como jogar o Jogo dos Mundos com realidade virtual. A ação é gratuita, será feita mediante retirada de senha (horários de hora em hora entre 11h e 20h) e está sujeita à lotação de 10 crianças por visitação. 

Fonte: Assessoria Energisa | Edição: Redação