Cidadão Consumidor

www.cidadaoconsumidor.com.br
o site da cidadania
Locação
Para alugar um carro

Antes de decidir, verifique se há mesmo necessidade de alugar um carro. Muitas cidades têm trânsito caótico e o transporte coletivo é uma boa opção. Se possível, já saia com o carro alugado e não se esqueça de levar a carteira de motorista. Se viajar para o exterior, não deixe de procurar saber o significado das placas de orientação, pois as multas são caras e podem até dar cadeia.

Para alugar um carro no Brasil, use o cartão de crédito como garantia para a locadora. Assim não precisará assinar uma nota de despesas em branco, para cobrir eventuais danos ao veículo. No exterior, confira a forma de pagamento: à vista ou antecipado. Os valores extras (impostos, seguros opcionais, combustível e outros) deverão ser pagos no local da devolução do veículo, em dinheiro, cartão ou traveller check.
Fique atento à locação de veículos

1) Idade do cliente: a maioria das locadoras adota como política alugar um carro somente para maiores de 21 anos, idade considerada para responsabilidade civil.
2) Habilitação: a prática do mercado é que o cliente esteja habilitado há mais de dois anos.
3) Reservas: procurar a locadora com antecedência elimina o risco de não encontrar o veículo desejado.
4) Cartão de Crédito: a opção de pagar com cartão é uma comodidade, facilita o aluguel e torna a aprovação do cadastro mais rápida.
5) Duração da diária: a diária é de 24 horas e muitas locadoras oferecem a opção de quilometragem livre e tarifas promocionais. Passadas 24 horas, haverá cobrança por hora adicional, até a sexta hora, quando já é cobrada mais uma diária.
6) Preços: as tarifas variam conforme a categoria do carro ou em função da escolha por isenção de danos causados ao veículo locado.
7) Modelo do carro: como a frota das locadoras é diversificada, o cliente pode escolher o carro mais adequado às suas necessidades: um compacto para a cidade ou uma perua para viagem com a família.
8) Devolução: é possível alugar um carro em uma cidade e devolver em outra, caso a locadora seja da mesma rede. Se esta for a sua intenção, verifique antes de alugar a possibilidade de devolver na cidade desejada e se é cobrada taxa de retorno do veículo.
9) Abrangência: as locadoras não estão presentes apenas nos aeroportos, podem ser encontradas em todas as cidades do país.
10) Seguro: é muito importante verificar se a locadora inclui proteção parcial por danos materiais causados aos veículos, até um limite estabelecido previamente. A partir desse limite, você arca com os custos. Entretanto, em algumas locadoras você pode optar pela proteção total, pagando uma taxa diária adicional. Assim, fica livre de qualquer gasto em acidentes ou furto. Algumas locadoras não oferecem proteção total. Você só tem a opção de ampliar as coberturas. Informe-se bem sobre essas proteções na hora de alugar.
11) Custo/benefício: muitas vezes o aluguel de um carro é mais vantajoso do que a contratação de um táxi. Verifique antes o trajeto que você irá percorrer durante um determinado período e faça as contas.
12) Bagagem: para quem vai enfrentar quilômetros de estrada, antes de escolher o automóvel é preciso programar o número de pessoas e quantidade de bagagem a ser levada.
13) Quebra do carro: os carros das locadoras são novos, revisados e têm a possibilidade de troca em caso de quebra ou avaria.


Fonte: da Redação