Cidadão Consumidor

www.cidadaoconsumidor.com.br
o site da cidadania
Dicas

Consumo Consciente

 

Pesquise antes de fazer uma compra grande. Evite comprar com muita pressa e não se deixe persuadir por um vendedor insistente. Se precisar de tempo para pensar, volte no dia seguinte.

Leve em conta, além do preço da venda, o custo de funcionamento de qualquer item que comprar. Muitos produtos mais convenientes do ponto de vista ecológico têm preço mais elevado, como lâmpadas fluorescentes, mas a longo prazo economizam no custo da energia elétrica.

 

Escolha produtos feitos com recursos renováveis, como madeira cultivada, lã e seda.

 

Escolha produtos fabricados para durar. Por exemplo: escolha um sofá que tenha estrutura de madeira maciça ou aço em lugar de compensado ou aglomerado, que se quebram ou empenam com facilidade.

 

Evite comprar produtos descartáveis. Por exemplo: prefira os panos de prato, guardanapos e lenços de tecido aos de papel. O mesmo vale para xícaras, copos e talheres descartáveis.

 

Compre produtos agrícolas de origem local, e na época de sua safra - em geral mais baratos e mais frescos, e com menor impacto no meio ambiente. As feiras e as barraquinhas de rua são boas fontes, mas alguns supermercados também compram de agricultores locais. Apóie a cooperativa agrícola local, se houver.

 

Prefira os produtos naturais, totalmente biodegradáveis e atóxicos, que se decompõem sem deixar resíduos nocivos no meio ambiente. (A maioria dos materiais decompõe-se com o tempo, mas alguns deixam resíduos tóxicos).

 

Evite comprar produtos com embalagem excessiva e/ou não-biodegradável. Calcula-se que cerca de 10% do preço de cada compra se destinam ao custo da embalagem - que normalmente é jogada no lixo! E mais: uma quantidade significativa de energia é consumida na manufatura da embalagem; adquirir recipientes reutilizáveis pode ajudar a diminuir esse tipo de desperdício.

 

Como deixar de utilizar o plástico

O plástico é altamente nocivo ao meio ambiente, mas hoje esse material já faz parte da nossa vida e seria muito difícil viver sem ele. No entanto pode-se reduzir seu uso.

Faça um cálculo dos objetos de plástico que você usa a cada semana, incluindo sacolas e sacos de plástico usados para fazer compras e guardar alimentos, vasilhas de plástico no congelador e na despensa, filme plástico para cobrir alimentos, etc. Depois estabeleça uma meta para reduzir o seu consumo em, digamos, 50%.

 

As dicas abaixo vão ajudar você a reduzir o consumo de plástico:

 •Ao invés de usar vasilhas ou potes de plástico, use recipientes de vidro, louça ou inox para armazenar alimentos.

•Para embrulhar alimentos, use papel-manteiga ou celofane (feitos de fibras vegetais). •Sempre que possível, substitua os sacos de plástico por sacos de papel.

•Tente limitar o uso de alimentos contidos em latas com revestimento plástico.

•Tente encontrar sacos para congelamento feitos de materiais naturais e biodegradáveis. Pesquise.

•Se usar sacolas de plástico no supermercado, encha cada uma o máximo possível - com pelo menos oito itens, contanto que não fiquem pesadas demais.

•Tente utilizar pelo menos duas vezes cada sacola de plástico.

•Compre apenas plásticos que possam ser reciclados. Os fabricantes estampam um código de identificação de material reciclável. A reciclagem pode ser feita em Postos de Entrega Voluntária (PEV) ou em cooperativas de catadores.

• Algumas precauções simples vão ajudar você a evitar os efeitos nocivos do plástico à saúde.

•Transfira os alimentos de recipientes de plástico para pratos de vidro ou louça antes de reaquecê-los no forno de microondas. Essas ondas provocam a transferência de substâncias químicas de sacos e recipientes de plástico para o alimento. Isso tem mais probabilidade de acontecer com alimentos quentes e com bastante gordura, portanto use sempre recipientes de vidro para aquecê-los.

•Tente comprar queijo a peso, e não pré-embalado. Se não puder evitar a compra de queijo embalado em plástico, remova a embalagem assim que chegar em casa.

•Jogue fora recipientes plásticos rachados, desbotados ou com qualquer outro sinal de desgaste. Eles podem passar substâncias químicas nocivas para a sua comida.

•Os detergentes muito fortes e a água em temperatura muito alta usados em lava-louças podem provocar a decomposição do plástico. Lave manualmente, com água morna e detergente suave à base de plantas, todos os recipientes plásticos, até mesmo aqueles rotulados de próprios para a lava-louças.



Fonte: Redação com Seleções.com